;

terça-feira, 4 de maio de 2010

Até quando?



Quero te ver só mais uma vez...
Poder sentir eu cheiro, o calor de sua alma
Te abraçar bem forte, unir nossas energias

Até quando esse vazio?
Me sinto sozinho, em pedaços!
Quebrado aos cantos...

Hoje me sinto feliz, mas incompleto.
Esse vazio que arde em mim
Me faça sentir melhor

Alimenta meu id, transforma meu ego
Faça queimar, faça doer sem que eu sinta
Me de amor, faça amar!


"Quando eu vejo o brilho do cometa em um noite linda, ele só me lembra você".
"Flores que brotam no deserto são sempre as mais belas e raras".

Nayron Medeiros Soares

5 comentários:

Claianne disse...

Liiindo, como ja tinha dito; Cada vez melhor poeta, cada vez melhor! =)
Beeijos.

Kenia Chan disse...

Até quando sonhar, até onde viver sem sonhar, eis a questão...

Saudades das nossas conversas pela madrugada!

Kenia Chan disse...

Até quando sonhar, até onde viver sem sonhar, eis a questão...

Saudades das nossas conversas pela madrugada!

Antonio Ricardo disse...

Bouaa cara, gosto de ler produções literárias sempre que posso, especialmente as crônicas. Quanto as poesias elas me inspiram sempre para um texto mais elaborado, harmônico e pensado, apesar de valorizar 100% a naturalidade e simplicidade de um texto. Você tem talento. Ah! E retribuí sendo seguidor também. Abraços !

Waydja disse...

Temos necessidade de algo que nos traga a satisfação, a sensação de estar inteiros. Nada tem o poder de acabar com o espaço que teima em não ser preenchido. Alcançamos algo e logo depois queremos outra coisa, porque nada do que conquistemos poderá acabar verdadeiramente com esse nosso vazio.
Adooooreeei *-*
Só uma palavra pra você:
PERFEITO!