;

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

O manicômio da vida


Minha mente está muito confusa,
Não sei para onde seguir
Me pergunto todas as horas
Para onde posso partir (ir, seguir)?!

Não consigo pensar (refletir),
Não consigo esperar

Não recebo à resposta
Mas, será que o silêncio é uma resposta?
Eu creio, e não creio.

Quero à resposta!

"O intolerável tolera todas as horas. Cuidado, ele pode fingir".

Nayron Medeiros Soares

2 comentários:

Kenia Chan disse...

A insanidade toma conta da alma dos peotas.
O poeta ama demais.

Nayron Medeiros disse...

É verdade, ele ama demais! ^.^